Lista: Todos os estúdios da Nintendo edição dezembro de 2017 - Neo Fusion
Lista
Todos os estúdios da Nintendo
edição dezembro de 2017
4 de dezembro de 2017

Sempre queremos saber o que a Nintendo pode estar preparando para os próximos meses, não é? Uma das melhores formas de ter ideias sobre isso é ver o que os estúdios da Nintendo lançaram recentemente e usar isso para pensar o que eles podem fazer agora.

Nesta coluna semestral, olharemos para cada um dos estúdios envolvidos com a Nintendo — desde estúdios internos, a estúdios anexos, até parcerias third-party — para descobrir o que eles andaram fazendo e cogitar sobre seus próximos projetos. Também listamos algumas das pessoas importantes de cada um desses estúdios, quando for relevante (nomes marcados com um asterisco são prováveis mas não confirmados).

Começamos com as pessoas relevantes para todos os jogos publicados pela Nintendo:

Produtor executivo: Tatsumi Kimishima.
Diretor criativo: Shigeru Miyamoto.

Os executivos Shigeru Miyamoto, Tatsumi Kimishima e Genyo Takeda (agora aposentado).

Estúdios internos

Até 2015, a Nintendo tinha duas equipes internas de desenvolvimento: Entertainment Analysis & Development (EAD) e Software Planning & Development (SPD). Há dois anos, ambas foram unificadas para formar a Entertainment Planning & Development (EPD). Esse é o grupo que geralmente associamos com “jogos da Nintendo”.

Shinya Takahashi revelou em uma entrevista que a EPD conta com 11 “unidades de produção” e que cada uma delas trabalha em múltiplos projetos ao mesmo tempo. Porém, não sabemos exatamente como eles são divididos e os nomes atribuídos a cada um. Os números da lista a seguir são apenas para organização.

Eis as pessoas responsáveis pela EPD como um todo:

Gerente geral: Shinya Takahashi.
Gerentes auxiliares: Katsuya Eguchi (em Kyoto) e Yoshiaki Koizumi (em Tokyo).
Oficiais executivos: Takashi Tezuka e Yoshio Sakamoto.

Yoshiaki Koizumi e Shinya Takahashi: supervisores de grande parte dos jogos da Nintendo.

EPD Production Group No. 1

Produtor: Hitoshi Yamagami.

Últimos jogos publicados:
Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia (suporte à Intelligent Systems)
Xenoblade Chronicles 2 (suporte à Monolith Soft)

No que estão trabalhando:
Mais colaborações com Intelligent Systems e Monolith Soft.

Este estúdio é oriundo da antiga SPD e é responsável por oferecer suporte a estúdios externos da Nintendo.

EPD Production Group No. 2

Produtores: Hisashi Nogami e Aya Kyogoku*.

Últimos jogos publicados:
Splatoon 2
Animal Crossing: Pocket Camp 
(co-produção com EPD SDPG e DeNA)

No que estão trabalhando:
DLC para Splatoon 2.
Um novo Animal Crossing para Switch.

Esta equipe é formada pelos discípulos de Katsuya Eguchi. Além de continuar a série Animal Crossing sob a supervisão da produtora Aya Kyogoku, uma equipe de novatos se juntou sob Hisashi Nogami para criar a inovadora série Splatoon.

EPD Production Group No. 3

Produtores: Eiji Aonuma e Makoto Miyanaga*.

Últimos jogos publicados:
The Legend of Zelda: Tri Force Heroes
The Legend of Zelda: Breath of the Wild (+ Expansion Pass)

No que estão trabalhando:
Novos jogos da série Zelda.

O estúdio de Eiji Aonuma é unicamente dedicado à franquia Zelda. Após a conclusão de Breath of the Wild, podemos esperar outros jogos menores da série, assim como uma nova entrada principal daqui a alguns anos.

Eiji Aonuma: produtor da maior parte dos Zeldas desde o Nintendo 64.

EPD Production Group No. 4

Produtores: Hiroyuki Kimura* e Akio Terui.

Últimos jogos publicados:
Super Mario Maker
Super Mario Run
(co-produção com EPD SDPG e DeNA)

No que eles estão trabalhando:
Pikmin 4
, de acordo com Miyamoto; mais Mario 2D.

Aparentemente, o hobby do Miyamoto é nos lembrar que, algum dia, um novo Pikmin vai sair. Isso aconteceu por anos com Pikmin 3 e agora acontece de novo com a continuação. Talvez seja anunciado em 2018. Talvez não.

Enquanto isso, esta equipe é responsável por todos os jogos 2D recentes do Mario. Super Mario Maker foi um enorme sucesso, então podemos esperar uma versão do editor de fases para o Switch. Possivelmente também haja um novo jogo 2D do encanador em produção.

EPD Production Group No. 5

Produtores: Tadashi Sugiyama e Hiroshi Matsunaga.

Últimos jogos publicados:
Star Fox Zero & Guard (co-produção com PlatinumGames)
Tank Troopers (co-produção com Vitei)

No que estão trabalhando:
Desconhecido.

Outro estúdio que fornece suporte a estúdios externos. É difícil especular sobre seus próximos títulos sem saber mais sobre essas parcerias.

Há a possibilidade de que esta equipe tenha sido fortalecida para o desenvolvimento de Metroid Prime 4, mas é apenas especulação.

EPD Production Group No. 6

Produtores: Kouichi Kawamoto e Takayuki Shimamura.

Últimos jogos publicados:
1-2-Switch
Miitopia

No que estão trabalhando:
Mais jogos casuais/com Miis.

Kawamoto foi o diretor de desenvolvimento do Nintendo Switch, portanto sua equipe esteve diretamente envolvida com a presença de funcionalidades como o HD Rumble no sistema. Os jogos desta equipe costumam ser experimentais e casuais.

EPD Production Group No. 7

Produtores: Yoshio Sakamoto, Katsuya Yamano*.

Últimos jogos publicados:
Miitomo
 (co-produção com EPD SDPG e DeNA)
Metroid: Samus Returns (co-produção com MercurySteam)

No que estão trabalhando:
Mais coletâneas de minigames e novas entradas nas séries Rhythm Heaven, WarioWare e Metroid.

Formada por discípulos de Yoshio Sakamoto, esta equipe curte jogos com personalidade diferenciada.

EPD Production Group No. 8 (Tokyo)

Produtores: Koichi Hayashida e Kenta Motokura.

Últimos jogos publicados:
Ultimate NES Remix
Super Mario Odyssey

No que estão trabalhando:
Mais Mario 3D; jogos menores.

Supervisionada por Yoshiaki Koizumi, esta equipe tem produzido a série 3D do Mario desde Super Mario Galaxy. Com o estrondoso sucesso de Odyssey, podemos esperar expansões ou continuações do jogo, além de projetos derivados dele (como fizeram com Captain Toad: Treasure Tracker).

Koichi Hayashida: diretor e produtor dos Marios 3D desde o GameCube.

EPD Production Group No. 9

Produtores: Kosuke Yabuki e Yasuyugi Oyagi*.

Últimos jogos publicados:
Mario Kart 8 Deluxe
ARMS

No que estão trabalhando:
DLC para ARMS.

Esta é a única equipe que lançou dois jogos para Switch em 2017, mas apenas porque Mario Kart 8 Deluxe é um relançamento de Wii U. Seu próximo jogo pode ser um Mario Kart 9, mas seria interessante ver algo diferente deles.

EPD Production Group No. 10 (Tokyo)

Produtor: Takao Shimizu.

Últimos jogos publicados:
Nintendo 3DS Guide: Louvre

No que estão trabalhando:
Desconhecido.

Esta equipe criava softwares além de jogos para hardware da Nintendo. Não sabemos se ela foi dissolvida ou reestruturada para produzir jogos para Switch. Em alguma capacidade, ela esteve envolvida com os miniconsoles NES Classic Edition e SNES Classic Edition.

EPD Smart Device Production Group

Produtor: Hideki Konno.

Últimos jogos publicados:
Fire Emblem Heroes 
(co-produção com Intelligent Systems e DeNA)
Animal Crossing: Pocket Camp
 (co-produção com EPD 2 e DeNA)

No que estão trabalhando:
Zelda e outras séries para mobile.

Após 20 anos produzindo a série Mario Kart, Hideki Konno está trabalhando com dispositivos iOS e Android. Há indícios de que o próximo jogo seja um Zelda.

Estúdios externos, filiados e parceiros

A Nintendo conta com diversos estúdios dentro e fora do Japão que pertencem inteiramente ou parcialmente a ela, garantindo uma relação de exclusividade. Em sua maioria, os jogos desses estúdios são publicados pela Nintendo.

Supervisor de produções domésticas: Hitoshi Yamagami.
Supervisor de produções internacionais:
Kensuke Tanabe.

Nintendo Software Technology

Localização: Redmond, Estados Unidos.
Relação com Nintendo: subsidiária.

Presidente: Shigeki Yamashiro.

Últimos jogos publicados:
Super Mario Maker for Nintendo 3DS
série Mario vs. Donkey Kong

No que estão trabalhando:
Provavelmente mais Mario vs. DK; possivelmente mais ports de jogos.

Baseada na sede da Nintendo of America, este estúdio já produziu jogos próprios notáveis como Metroid Prime Hunters, mas hoje trabalha com jogos menores, ports, auxílio em localização e suporte a estúdios parceiros na América do Norte.

Nd Cube

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: subsidiária.

Presidente: Hidetoshi Endo.

Últimos jogos publicados:
Animal Crossing: Amiibo Festival
Mario Party: The Top 100

No que estão trabalhando:
Mais jogos estilo Mario Party.

Eles gostam de jogos de tabuleiro.

Monolith Soft

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: subsidiária.

Presidente: Tetsuya Takahashi.

Últimos jogos publicados:
The Legend of Zelda: Breath of the Wild
(suporte à EPD 3)
Xenoblade Chronicles 2

No que estão trabalhando:
Mais RPGs de larga escala e suporte para jogos da EPD.

Comprada pela Nintendo em 2007, o estúdio produz alguns dos JRPGs mais notáveis do mercado. Com o bom recebimento dos três títulos desenvolvidos sob a Nintendo, o mais provável é que continuem nesse caminho. A equipe também forneceu suporte a Skyward Sword e Breath of the Wild.

Retro Studios

Localização: Austin, Estados Unidos.
Relação com Nintendo: subsidiária.

Presidente: Michael Kelbaugh.

Últimos jogos publicados:
Mario Kart 7
(suporte à EAD)
Donkey Kong Country: Tropical Freeze

No que estão trabalhando:
Desconhecido.

O estúdio texano da Nintendo é famoso por ter criado a trilogia Metroid Prime e os jogos recentes do Donkey Kong. Porém, o produtor Kensuke Tanabe confirmou que a equipe não está criando Metroid Prime 4. Eles adoram postar foto de churrasco no Twitter.

Equipe da Retro Studios.

1-UP Studio

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: subsidiária.

Presidente: Gen Kadoi.

Últimos jogos publicados:
Captain Toad: Treasure Tracker
(suporte à EPD 8)
Super Mario Odyssey (suporte à EPD 8)

No que estão trabalhando:
Suporte para jogos da EPD.

DeNA

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: filiada.

Presidente: Isao Moriyasu.

Últimos jogos publicados:
Fire Emblem Heroes 
(co-produção com EPD SDPG e Intelligent Systems)
Animal Crossing: Pocket Camp
  (co-produção com EPD SDPG e EPD 2)

No que estão trabalhando:
Jogos mobile.

A Nintendo adquiriu 10% das ações da DeNA em 2015 como parte de sua iniciativa mobile. Atualmente, a DeNA oferece suporte operacional para os jogos mobile da Nintendo.

HAL Laboratory

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: filiada; co-proprietária da marca Kirby.

Presidente: Masayoshi Tanimura.

Últimos jogos publicados:
Kirby: Planet Robobot
Kirby: Battle Royale

No que estão trabalhando:
Kirby Star Allies

A empresa que revelou figuras como Satoru Iwata e Masahiro Sakurai continua sendo uma das parceiras mais próximas da Nintendo, sendo responsável pela série Kirby e alguns jogos menores na eShop (como BoxBoy!).

Intelligent Systems

Localização: Kyoto, Japão.
Relação com Nintendo: filiada; co-proprietária da marca Fire Emblem e outras.

Últimos jogos publicados:
Fire Emblem Echoes: Shadows of Valentia
Fire Emblem Warriors
(co-produção com Koei Tecmo)

No que estão trabalhando:
Fire Emblem para Switch. Possivelmente Paper Mario e Advance Wars.

Parceira da Nintendo desde o Famicom, a Intelligent Systems se destacou durante a geração 3DS e Wii U como uma das empresas mais produtivas do estábulo first-party, produzindo diversos jogos da série Fire Emblem, dois novos Paper Mario, as novas IPs Pushmo e Codename S.T.E.A.M. e colaboração com Tokyo Mirage Sessions #FE. Com o recente sucesso de Fire Emblem no ocidente, a equipe focou os esforços na marca.

Creatures

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: filiada; co-proprietária da marca Pokémon.

Presidente: Hirokazu Tanaka.

Últimos jogos publicados:
Great Detective Pikachu
Pokémon Trading Card Game (contínuo)

No que estão trabalhando:
Spin-offs de Pokémon.

Originada da Ape, que desenvolveu a série EarthBound, a Creatures é confortável com sua propriedade de ⅓ de Pokémon e produz principalmente jogos secundários da franquia, como Pokémon Ranger, PokéPark e Detective Pikachu, além do jogo de cartas e brinquedos. Curiosidade: seu presidente, Hirokazu “Hip” Tanaka, foi um dos primeiros compositores da Nintendo, responsável por trilhas de NES como Mother e Metroid.

Hip Tanaka: compositor, DJ e CEO da Creatures.

AlphaDream

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: parceira.

Presidente: Tetsuo Mizuno.

Últimos jogos publicados:
Mario & Luigi: Paper Jam
Mario & Luigi: Superstar Saga + Bowser’s Minions

No que estão trabalhando:
Provavelmente mais RPGs Mario & Luigi.

Formada por ex-funcionários da Square que trabalharam em títulos como Super Mario RPG e Final Fantasy VI, a AlphaDream mantém uma relação de exclusividade com a Nintendo graças ao uso da marca Mario. É improvável que essa relação mude, então podemos esperar um novo título da série para o Switch no futuro.

Arzest

Localização: Yokohama, Japão.
Relação com Nintendo: parceira.

Presidente: Yoji Ishii.

Últimos jogos publicados:
Mario & Sonic at the Rio 2016 Olympic Games
(versão de 3DS)
Hey! Pikmin

No que estão trabalhando:
Possivelmente Mario & Sonic 2018 e outros spin-offs.

Após colaborar com jogos da série Wii e minigames do Mii Plaza, a Arzest produziu o fraco Yoshi’s New Island e colaborou com a Sega nos jogos Mario & Sonic. Seu último jogo, Hey! Pikmin, foi mais aceito, mas não muito. Curiosidade: o vice-presidente da Arzest é Naoto Ohshima, criador do personagem Sonic the Hedgehog.

Camelot

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: parceira.

Presidente: Hiroyuki Takahashi.

Últimos jogos publicados:
Mario Tennis: Ultra Smash
Mario Sports Superstars

No que estão trabalhando:
Jogos de esporte com o Mario.

Formada por ex-funcionários da Sega. Muito tempo atrás, a Camelot tinha sua própria série de RPGs, Golden Sun, e incorporava elementos de RPG nos jogos de tênis e golfe do Mario. Hoje, suas produções são muito menos interessantes e focam nas partidas individuais. Assim como a AlphaDream, mantém uma relação de exclusividade com a Nintendo através do uso da marca Mario e podemos esperar seus próximos jogos no Switch.

Genius Sonority

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: filiada da Pokémon Company.

Presidente: Manabu Yamana.

Últimos jogos publicados:
Pokémon Battle Trozei
Pokémon Shuffle

No que estão trabalhando:
Provavelmente spin-offs de Pokémon.

A Genius Sonority produziu os jogos de GameCube e Wii de Pokémon (Colosseum, XD e Battle Revolution). Desde então, tem produzido a série de dungeon crawlers The Denpa Men e spin-offs de Pokémon.

Good-Feel

Localização: Kobe, Japão.
Relação com Nintendo: parceira.

Presidente: Shigeharu Umezaki.

Últimos jogos publicados:
Kirby’s Epic Yarn
(Poochy &) Yoshi’s Woolly World

No que estão trabalhando:
Yoshi (Switch).

Conhecida pelo uso de estética de lã em seus jogos, a Good-Feel continua apostando na série Yoshi para seu próximo jogo, confirmado para 2018 no Switch. A equipe já colaborou com jogos de StreetPass, com a série Mario & Luigi e, no Wii, desenvolveu Wario Land: Shake It!.

Game Freak

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: parceira; co-proprietária da marca Pokémon.

Presidente: Satoshi Tajiri.

Últimos jogos publicados:
Pokémon Sun & Moon
Pokémon Ultra Sun & Ultra Moon

No que estão trabalhando:
Pokémon (Switch).

Ao contrário do que pode parecer, a Game Freak não pertence à Nintendo e nem produz apenas Pokémon. É claro que os monstros de bolso são o carro-chefe do estúdio, mas outros títulos recentes incluem Giga Wrecker (PC), Pocket Card Jockey (3DS e mobile) e Tembo the Badass Elephant (publicado pela Sega para PC, PS4 e Xbox One).

Satoshi Tajiri: criador de Pokémon e CEO da Game Freak.

Grezzo

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: parceira.

Presidente: Koichi Ishii.

Últimos jogos publicados:
The Legend of Zelda: Tri Force Heroes
(suporte à EPD 3)
Ever Oasis

No que estão trabalhando:
Possivelmente remakes ou jogos menores de Zelda e RPGs próprios.

A Grezzo produziu os remakes dos Zeldas de Nintendo 64 para 3DS e auxiliou no desenvolvimento de outros jogos da série, mas também produziu títulos próprios como The Legend of Legacy e Ever Oasis. Uma recente oferta de emprego indica que a empresa está se preparando para lançar jogos em alta definição, implicando que seu foco agora é o Switch.

Headstrong Games

Localização: London, Reino Unido.
Relação com Nintendo: parceira.

Presidente: n/a (subsidiária da Kuju Entertainment).

Últimos jogos publicados:
Pokémon Art Academy
Disney Art Academy

No que estão trabalhando:
Possivelmente Art Academy para Switch.

A equipe produziu os dois jogos da série Batallion Wars para GameCube e Wii, mas, nos últimos anos, se dedicou exclusivamente a aplicativos de desenho em plataformas Nintendo.

Jupiter

Localização: Kyoto, Japão.
Relação com Nintendo: parceira.

Presidente: Makoto Nakayama.

Últimos jogos publicados:
Pokémon Picross
Picross S

No que estão trabalhando:
Picross.

Um estúdio quase inteiramente dedicado a desenvolver Picross. Eles também oferecem suporte de desenvolvimento a equipes da Nintendo, Square Enix, Sega e Capcom.

Next Level Games

Localização: Vancouver, Canadá.
Relação com Nintendo: parceira.

Presidente: Douglas Tronsgard.

Últimos jogos publicados:
Luigi’s Mansion: Dark Moon
Metroid Prime: Federation Force

No que estão trabalhando:
Desconhecido.

O estúdio canadense é responsável pelos jogos de futebol do Mario, Mario Strikers, e pela versão de Wii de Punch-Out!!. Eles assinaram um contrato de exclusividade com a Nintendo em 2014. Após o fracasso comercial de Federation Force, é possível que voltem a Luigi’s Mansion para o Switch.

Sora

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: parceira.

Presidente: Masahiro Sakurai.

Últimos jogos publicados:
Kid Icarus Uprising
(como Project Sora)
Super Smash Bros. for Nintendo 3DS & Wii U
(co-produção com Bandai Namco)

No que estão trabalhando:
Desconhecido.

A empresa de Sakurai opera de forma fora do convencional. Para desenvolver Kid Icarus, a Sora e a Nintendo formaram a equipe Project Sora, que foi fechada após o lançamento do jogo de 3DS. Já, para o mais recente Super Smash Bros., Sakurai contou com uma equipe da Bandai Namco para produzir o jogo.

Masahiro Sakurai: pai de Kirby e Smash.

skip

Localização: Tokyo, Japão.
Relação com Nintendo: parceira.

Presidente: Hiroshi Suzuki.

Últimos jogos publicados:
Chibi-Robo! Photo Finder
Chibi-Robo! Zip Lash

No que estão trabalhando:
Provavelmente mais jogos da série Chibi-Robo!.

Parceira da Nintendo desde a época do Game Boy Advance, todos os títulos recentes têm sido da série Chibi-Robo!.

Parceiras third-party

Diversas desenvolvedoras e publicadoras completamente independentes da Nintendo já colaboraram com a Nintendo ao produzir títulos exclusivos para suas plataformas. Em alguns casos, os títulos são publicados pela Nintendo; em outros, há a presença forte de personagens da Nintendo no jogo. A lista a seguir contém as empresas que lançaram títulos exclusivos recentemente e mostram sinais de fazer isso novamente no futuro. Em “últimos jogos publicados”, destacamos apenas aqueles exclusivos para plataformas Nintendo.

Atlus

Últimos jogos publicados:
Tokyo Mirage Sessions #FE 
(co-produção com Intelligent Systems)

No que estão trabalhando:
Shin Megami Tensei V

A Atlus já desenvolveu diversos títulos exclusivos para 3DS, como as séries Persona Q e Etrian Odyssey, mas Tokyo Mirage Sessions #FE foi o único produzido em parceria direta com a Nintendo. Por enquanto, o próximo título principal da série Shin Megami Tensei é marcado como exclusivo para o Switch.

Bandai Namco

Últimos jogos publicados:
Lost Reavers
Pokkén Tournament (DX) 
(co-produção com The Pokémon Company)

No que estão trabalhando:
Exclusivos não anunciados.

A Bandai Namco tem sido uma das parceiras mais próximas da Nintendo, oferecendo suporte de desenvolvimento para Super Smash Bros. e Mario Sports, além de desenvolvendo alguns exclusivos. A empresa anunciou que planeja apoiar o Switch com força em 2018, mas ainda não sabemos com quais títulos. Atualmente, existem vários jogos publicados por ela que poderiam ser portados para o Switch, como Dark Souls, Ni No Kuni e Dragon Ball FighterZ.

Koei Tecmo

Últimos jogos publicados:
Hyrule Warriors (Legends)
(co-produção com EPD 3)
Fire Emblem Warriors
(co-produção com Intelligent Systems)

No que estão trabalhando:
Possivelmente mais jogos no estilo musou.

Ambos crossovers de séries da Nintendo com o estilo musou foram bem recebidos, indicando que provavelmente veremos mais deles — continuações ou com outras séries. Há outros musou no Switch, mas a publisher pode surpreender com títulos como Pokémon Conquest. Anos atrás, seu estúdio Team Ninja co-produziu Metroid: Other M.

Sega

Últimos jogos publicados:
Mario & Sonic at the Soichi 2014 Olympic Winter Games
Mario & Sonic at the Rio 2016 Olympic Games

No que estão trabalhando:
Provavelmente Mario & Sonic 2018.

A série de esportes Mario & Sonic tem lançado de forma infalível a cada dois anos desde 2008. É provável que veremos as olimpíadas de inverno de Pyeongchang 2018 no Switch (e 3DS?) ano que vem.

Square Enix

Últimos jogos publicados:
Bravely Second: End Layer
Seiken Densetsu Collection

No que estão trabalhando:
Project Octopath Traveler

Após um período relativamente distante da Nintendo, a Square Enix está expressando bastante interesse no Switch. Além do exclusivo Octopath Traveler, da mesma equipe de Bravely Default, há diversos jogos da série Dragon Quest confirmados para a plataforma, além de Lost Sphear e a possibilidade de alguns Final Fantasy.

Ubisoft

Últimos jogos publicados:
Mario + Rabbids Kingdom Battle
Rayman Legends: Definitive Edition

No que estão trabalhando:
Possivelmente mais conteúdo para Mario + Rabbids.

A Ubisoft é famosa por apostar em ideias malucas como o Wii, o Kinect e VR, mas não tanto por manter suporte após isso. Com o Switch, a empresa obteve um sucesso surpreendente com o crossover de Mario e Rabbids, indicando uma possível continuação, mas seria interessante ver mais títulos multiplataforma da Ubi, como South Park: A Fenda que Abunda Força, no Switch.

Davide Soliani: diretor criativo de Mario + Rabbids na Ubisoft Milan.

MercurySteam

Últimos jogos publicados:
Metroid: Samus Returns
(co-produção com EPD 7)

No que estão trabalhando:
Desconhecido.

O estúdio que trabalhou na série Castlevania: Lords of Shadow mostrou-se plenamente capaz de conduzir Metroid em duas dimensões. Com o sucesso de Samus Returns, seria legal vê-los abordarem a série sem as restrições de um remake.

PlatinumGames

Últimos jogos publicados:
Bayonetta 2
Star Fox Zero & Guard
(co-produção com EPD 5)

No que estão trabalhando:
Desconhecido.

Os mestres do jogo de ação foram parceiros fortes da Nintendo durante o Wii U, e tudo indica que a parceria deve continuar no Switch. Nos próximos anos, devemos ver relançamentos de alguns de seus jogos de Wii U, bem como títulos novos (exclusivos ou não). Também é possível, porém improvável, que a Square Enix decida lançar NieR:Automata, desenvolvido pela Platinum, para o console.

SFB Games

Últimos jogos publicados:
Snipperclips (Plus)

No que estão trabalhando:
Desconhecido.

Snipperclips foi o primeiro indie publicado pela Nintendo e, sendo um título de lançamento do Switch, recebeu bastante atenção da mídia e do público. Para seu próximo título, a parceria com a Nintendo deve continuar.


A quantidade de estúdios produzindo títulos com exclusividade para a Nintendo é algo impressionante. Nos últimos anos, a divisão entre console e portátil pode ter deixado esse volume mais notável, mas, com o Switch, veremos tudo isso em uma só plataforma. Com mais tolerância a trabalhar com outras empresas, a Nintendo atual tem tudo para manter uma frequência sólida de títulos para o Switch.

Referências

Leia também

Comentários

[…] (Texto publicado no Neo Fusion, em 18/02/2021, disponível no link: http://54.237.89.239/materia/previa/valheim/) […]

[…] (Texto publicado no Neo Fusion, em 14/01/2021, disponível no link: http://54.237.89.239/materia/analise/tell-me-why/) […]

[…] a alternativa não é descartada. Até mesmo tivemos uma história inédita do marsupial em Crash Bandicoot 4: It’s About Time. Poderíamos ter uma nova versão futuramente de Crash Bash – o party game da franquia […]

[…] mas também foi possível prestigiar títulos à parte dos cartunescos, como, por exemplo, o novo Tony Hawk’s Pro Skater 1+2, que resgatou a alma de um dos jogos de esporte mais icônicos de sua geração. Embora a origem […]

[…] não sendo tão inovador e debatível quanto Her Story, o título certamente conquista um espaço importante no (já não tão popular) gênero dos […]

Breath of the Wild carater família?

wishlistei

Você sabe me falar se compensa eu comprar esse ou posso jogar o original também, eu tenho o original mas não. Joguei nenhum você pode me ajudar nessa Dúvida de 259 reais kkkk

Incluindo a fonte de meu comentário.: http://www.vgchartz.com/gamedb/games.php?name=just+dance+2018&keyword=&console=&region=All&developer=&publisher=&goty_year=&genre=&boxart=Both&banner=Both&ownership=Both&results=50&order=Sales&showtotalsales=0&showtotalsales=1&showpublisher=0&showpublisher=1&showvgchartzscore=0&showvgchartzscore=1&shownasales=0&showdeveloper=0&showcriticscore=0&showcriticscore=1&showpalsales=0&showreleasedate=0&showreleasedate=1&showuserscore=0&showuserscore=1&showjapansales=0&showlastupdate=0&showlastupdate=1&showothersales=0

O que mais impressiona é que a versão mais vendida deste jogo foi a do Nintendo Switch, seguida da fucking versão de Wii! TEM GENTE COMPRANDO JUSTA DANCE PRA WII EM 218! E vendeu bem mais que no One... Dificilmente um JD 2019 vai ficar de fora do velho de guerra da Nintendo!

<3

Este jogo é fantástico! Muito bom evoluir todos os personagens. Os personagens da 2ª geração ficam ainda mais fortes. Celice, filho de Sigurd, torna-se quase um Deus, o deixei com 80 de HP, o máximo, como outros status que ficaram no seu máximo, mais os itens: Silver Sword, Silver Blade, Power Ring, Speed Ring, Defence Ring, deixando o Celice muito forte e resistente.

Só aproveitando o hype ( e o ódio ) das pessoas online: é voltado para crianças. Você, adulto, pode brincar e curtir, mas é voltado para crianças. Com 7, 8 anos você AMARIA jogar nisso, então não seja chato e curta essa ideia sensacional que a Big N teve

Me senti assim quanto aos ports de games de Wii U para o Switch. https://www.youtube.com/watch?v=E3sG7pfvgJU

THE WORLD ENDS WITH YOU HYPE

Obrigado! Sobre suas dúvidas: 1) Eu não consegui confirmação concreta de quem é o CEO atual da Game Freak. O pouco que descobri apontava para o Satoshi, mas é possível que ele já tenha saído sim. 2) O texto foi escrito em dezembro, antes do anúncio de Bayonetta 3. Como a ideia é lançar um listão assim a cada seis meses, acho que não vale o trabalho ficar atualizando a cada anúncio. Mas se houver demanda, posso fazer.

Belo compendium dos estúdios da Nintendo e afiliados! Só tenho duas dúvidas: 1- O Satoshi ainda é CEO da Game Freak? Pensei que ele já tinha se afastado. 2- A Platinum não está fazendo Bayonetta 3 agora?

Que bacana, o jogo parece bem legal. Só não compro porque larguei rápido o último jogo do tipo que peguei (Animal Crossing: New Leaf)

O Zelda mais zeldoso de todos

Esse é jogo é O Zelda?

Valeu :)

Realmente é algo incrível, parece até informação secreta kkkkkkk, ótimo post.

Analise justíssima, parabéns Renan! Na minha opinião, por mais que Pocket Camp seja inegávelmente a experiência mobile da Nintendo mais próxima que tivemos da “versão console”, é desnecessariamente repetitivo, incompleto e enjoativo. Além do gameplay lento (como citado na análise), não existem grandes recompensas pela progressão no jogo além de novos personagens e móveis pra construir. No fim, Pocket Camp é apenas (o pior de) New Leaf adaptado para smartphones, com 10% das funcionalidades e mecânicas free-to-play. Talvez uma atualização dê alguma tapeada na repetitividade excessiva, mas teriam que mudar tanto o jogo que nem sei se vale a pena.

Não joguei esse Zelda ainda, por isso não posso fazer comentários sobre o jogo mas sei que a Nintendo sempre capricha nos seus jogos e usa artificios muito elaborados até para as coisas mais simples, certa vez na internet achei um vídeo relacionando o construtivismo de Vygotsky com o jogo super Mario...por fim estou gostando dessa abordagem mais técnica dos jogos, sai um pouco do padrão da internet

É um openworld, no dois vc começa adolescente e vai envelhecendo, as cicatrizes permanecem, vc pode comprar casa e casar nas diferentes cidades... no terceiro muda mas as decisões são fodas, por exemplo vc procura apoio da população de uma vila pra dar o golpe no seu irmão, então vc promete uma ponte pra cidade, depois do golpe vc tem escolher entre construir a ponte e aumentar o exército da sua nação contra o inimigo do jogo ..daí sua escolha muda tudo

Eu ouvi muito de Fable na época pré-lançamento dele, mas não cheguei a jogar. Tinham muitas promessas nesse sentido mesmo, que você ia passar anos na pele do mesmo aventureiro. Ele chega a ser um openworld? E as escolhas geravam caminhos e quests diferentes?

Um jogo bem interessante mas que muita gente não gosta é Fable, vc ter uma vida, fazer escolhas que vão afetar a história é bem interessante, seria bem legal se em Zelda você pudesse desenvolver uma cidade e se tornar herói/prefeito

Rapaz, que texto. A crítica que você fez à premiação do Uncharted bate no ponto certo. As narrativas mais envolventes do universo dos games, pra mim, foram aquelas que exploraram todo o potencial de interatividade que a mídia propõe. Nada contra Uncharted e eu acho que o jogo é brilhante em vários outros aspectos, mas os exemplos citados no texto falam por si só. Enfim, gostei muito. E o site tá lindo, isso aqui é qualidade pura.

Excelente lista! O Switch é uma awesome little indie machine :)

Cuphead leva quase todos (a meu ver, claro) Mas a Nintendo tá massacrando esse ano

Faltam 2 horas e estou que nem criança imaginando minha reação se eu ganhar.

Olha... excelente texto. Esse é um problema que eu já vinha discutindo em meus círculos de amizade ha um bom tempo. Isso fica ainda mais evidente quando percebe-se a necessidade das grandes publishers de seguirem tendencias mais lucrativas não afetam apenas o game design em si, mas também as temáticas, narrativas, e até mesmo a direção de arte dos games. Vide a enxurrada de jogos de zumbis que tivemos na geração passada... Por falar em indies, eu vejo muito potencial para que os próximos AAA inovadores saiam deles. O orçamento ainda é um problema, mas financiamento coletivo já é uma realidade. Acredito que equipes extremamente competentes e comprometidas consigam levantar fundos para levar adiante o desenvolvimento de jogos desse nível.

O sorteio vai ser ao vivo via live???

Obrigado Igor! Seja bem-vindo ao Nintendo Fusion :)

Rapaz, que texto foda! Parabéns Renan! Fico cada mais feliz em ser Nintendista em tempos como esse (apesar de ainda não ter um Switch), saber que a Nintendo rema pesado contra essa maré cheia de lixo. Recentemente o designer da BioWare, Manveer Heir (Mass Effect) compartilhou que a EA só tem foco mesmo nas microtransações, que ainda viu gente gastando 15 mil dolares com cards de multiplayer do Mass Effect 3. Pra piorar agora tem o sistema de Loot Box, que está na moda, e a Warner empolgou com o Shadow of Mordor. Loot Box pra fechar campanha ou pra tentar competir online nos jogos, pra mim isso é praticamente o fim. A única esperança que tenho nessa industria que amo tanto são mesmo nos indies, Nintendo e algumas empresas. Espero que a Activision não estrague a Blizzard, pq apesar de Overwatch ter Loot Box, são completamente cosméticos, e eu acho isso bom até, pq jogar pra desbloquear coisas visuais é muito mais interessante e prazeroso que jogar pra tentar a sorte com um item específico pra ser mais competitivo com upgrades no status do personagem.

Não aparece para você no começo do texto? https://uploads.disquscdn.com/images/b809b035a7e4e21875dfe6af44cc2d10dccbe7c3eea556e1be57fe8018d72a32.png

cadê o tal formulário do Gleam? não vi link nenhum no texto... tá mal explicado isso...

Das publicadoras de games, a EA é sem duvidas a pior. Não foi atoa que foi escolhida como a pior empresa americana por dois anos consecutivos. Não quero parecer um hater, mas é essa filosofia de shooters multimilionários, com gráficos de ponta e extorquimento de dinheiro dos consumidores é que vai fazê-los fechar as portas. Isso fica evidente com o “apoio” da empresa ao Switch, não souberam mais uma vez ler o sucesso do console, e repetem os mesmos erros de uma década: investir pesado em gêneros supersaturados. E é interessante notar como o Iwata foi capaz de enxergar uma realidade mais de uma década á sua frente, e feliz que cada vez mais empresas adotam essa estratégia: jogos de menor orçamento e maior foco no público

Agora sim vou ter meu switch o/

Sim!

Qual é a exceção "imperdoável"? Chrono Trigger?

Reativei minha conta só pra promoção kkkk

Cara, não uso Twitter. Até tenho, mas nem lembro senha nem nada. Vamos ver se tenho sorte

Parabéns à todos nessa nova empreitada, o site é promissor!

Acho que o único defeito desse game foi ter requentado muitas fases, poderia ter sido apenas a GHZ, por exemplo. Mas fora isso é impecável.

sera que agora ganho o

Precisa compartilhar no Facebook. Nos outros lugares é opcional.

Eu preciso compartilhar o sorteio pelo facebook? Ou é preciso compartilhar em outro lugar?

Felipe Sagrado escreva-se em tudo para aumenta a change brother!!!!

Você pode participar sim, só não vai poder obter os dois cupons relacionados ao Twitter. :)

Boa tarde. Eu não uso o Twitter, então gostaria de saber se isso impede minha participação ou só diminui minhas chances?

Treta foi massa demais

? vou seguir o Renan aqui tbm

oi

oi

oi?